Visitantes

SEJAM BEM VINDOS! AGRADEÇO A TODOS OS LEITORES DOS MAIS DE 98 PAISES, QUE LEEM REGULARMENTE O MEU BLOG, CITO, - WELCOME! THANK YOU TO ALL READERS OF MORE THAN 98 COUNTRIES, WHO REGULARLY READ MY BLOG: BRASIL, PORTUGAL, MOCAMBIQUE, REINO UNIDO, IRLANDA, TIMOR-LESTE, ESTADOS UNIDOS, ITÁLIA, ANGOLA, CINGAPURA, ALEMANHA, UCRÂNIA, JAPÃO, ARGENTINA, AUSTRÁLIA, FRANÇA, CANADÁ,ÍNDIA, BOLIVIA, BÉLGICA, NORUEGA, ISLÂNDIA, ÁUSTRIA, MÉXICO, ESPANHA, COLÔMBIA, AFRICA DO SUL, RÚSSIA, TURQUIA, ARABIA SAUDITA, HOLANDA, SUIÇA, URUGUAI, CABO VERDE, MACAU, SUÉCIA, EGITO, MALÁSIA, PARAGUAI, LETÔNIA, EMIRADOS ÀRABES UNIDOS, SENEGAL, GRÉCIA, ETIÓPIA, GUIANA FRANCESA, HAITI, REPUBLICA TCHECA, DINAMARCA, POLÔNIA, PERU, FINLÂNDIA, FILIPINAS, HONDURAS, SÃO TOMÉ E PRINCIPE, HUNGRIA, ISRAEL, TAILANDIA, ALBÂNIA, MARROCOS, CATAR,ROMÊNIA,CHIPRE,CHINA,INDONÉSIA,CHILE, NAMÍBIA, CROÁCIA, NIGÉRIA, SÉRVIA, VENEZUELA, LUXEMBURGO, TOGO, SURINAME, NEPAL,AFEGANISTÃO,TAIWAN, HONG KONG, MOLDÁVIA, VIETNÃ, BULGÁRIA, BAHREIN, ESLOVÊNIA, PAQUISTÃO, PANAMÁ, SUDÃO, COREIA DO SUL, GUINÉ BISSAU, IRÃ, BELARUS, CASAQUISTÃO, COSTA DO MARFIM, BÓSNIA-HERZEGOVINA, IRAQUE, AUSTRIA, QUÊNIA, EQUADOR, KONGO - KINSHASA, BANGLADESH, LÍBANO, JERSEY e KUWAIT. CONTINUEM PARTICIPANDO, TIRANDO SUAS DÚVIDAS E DANDO SUGESTÕES. MUITO OBRIGADO! ACESSEM TAMBÉM O NOSSO SITE: www.radiacoesnocivas.com.br. Acesse nossos vídeos, digite: JBFILHOFOREVER na pesquisa do YOUTUBE.COM.BR

8 de junho de 2011

Cuidado com as Radiações ionizantes e a não-ionizantes


   











Conforme Durán (2003, pg. 203) as radiações não-ionizantes provoca diversas influências, como, por exemplo: Cardiovasculares-produzindo alteração do ritmo cardíaco; Endocrínicos-produzindo mudanças histológicas na glândula tireóide; Imunológicos- produzindo mudanças transientes e inconsistentes na integridade funcional do sistema de defesa imunológico; Teratogênicos campos intensos estão associados, com certo grau de confiança, na indução de teratogêneses.        
O mesmo doutrinador afirma que as radiações não-ionizantes ainda provoca influências sob o sistema nervoso e sob comportamento, como o efeito das correntes contínuas fracas no crescimento de neurônios e a exposição prolongada a certos campos eletromagnéticos podem incrementar a incidência da depressão. Nas células, produzindo alterações na permeabilidade dos elementos eletropositivos plasmáticos; diminuição dos eritrócitos; alteração do metabolismo energético; alteração da razão de crescimento dos microorganismos; liberação de Ca2+ de células in vitro; orientação de neurites; incremento da reprodução; alteração da permeabilidade da membrana; fusão celular; diminuição celular, etc.
Durán salienta sobre as radiações ionizantes, onde os efeitos biológicos deste tipo de radiação podem ser diretos ou indiretos. Os efeitos diretos são as mudanças que aparecem como resultado da absorção da energia irradiada pelas moléculas. Os efeitos indiretos são as mudanças das moléculas em uma solução, devido aos produtos da radiólise da água ou outra solução, e não pela absorção de energia pelas moléculas em estudo.
É necessário destacar que nas crianças que conseguem sobreviver aos efeitos danificadores da radiação, os danos se manifestam na forma de várias malformações, retardando o desenvolvimento físico e mental. As malformações mais freqüentes são: microcefalia, hidrocefalia e anomalias no desenvolvimento cardíaco.
Conforme Emico Okuno (1999)  uma exposição do organismo à radiação pode desencadear uma série de reações, que poderão resultar até mesmo na morte do organismo ou na indução de mutações em seu material genético .Todos nós devemos tomar muita precaução ao lidar com radiação, principalmente os trabalhadores, para limitar os riscos e prevenir acidentes.
Durán, José Enrique Rodas -  Biofísica – fundamentos e aplicações - São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2003 - 5ª reimpressão – setembro 2008
http://www.youtube.com/watch?v=BtQBJ_srs7k 
http://www.youtube.com/watch?v=p05Jcx4wWxI  
http://www.youtube.com/watch?v=STnNK_yXaXs  
http://www.youtube.com/watch?v=wsKZSkQUxG8&feature=related 

Nenhum comentário: