Visitantes

SEJAM BEM VINDOS! AGRADEÇO A TODOS OS LEITORES DOS MAIS DE 98 PAISES, QUE LEEM REGULARMENTE O MEU BLOG, CITO, - WELCOME! THANK YOU TO ALL READERS OF MORE THAN 98 COUNTRIES, WHO REGULARLY READ MY BLOG: BRASIL, PORTUGAL, MOCAMBIQUE, REINO UNIDO, IRLANDA, TIMOR-LESTE, ESTADOS UNIDOS, ITÁLIA, ANGOLA, CINGAPURA, ALEMANHA, UCRÂNIA, JAPÃO, ARGENTINA, AUSTRÁLIA, FRANÇA, CANADÁ,ÍNDIA, BOLIVIA, BÉLGICA, NORUEGA, ISLÂNDIA, ÁUSTRIA, MÉXICO, ESPANHA, COLÔMBIA, AFRICA DO SUL, RÚSSIA, TURQUIA, ARABIA SAUDITA, HOLANDA, SUIÇA, URUGUAI, CABO VERDE, MACAU, SUÉCIA, EGITO, MALÁSIA, PARAGUAI, LETÔNIA, EMIRADOS ÀRABES UNIDOS, SENEGAL, GRÉCIA, ETIÓPIA, GUIANA FRANCESA, HAITI, REPUBLICA TCHECA, DINAMARCA, POLÔNIA, PERU, FINLÂNDIA, FILIPINAS, HONDURAS, SÃO TOMÉ E PRINCIPE, HUNGRIA, ISRAEL, TAILANDIA, ALBÂNIA, MARROCOS, CATAR,ROMÊNIA,CHIPRE,CHINA,INDONÉSIA,CHILE, NAMÍBIA, CROÁCIA, NIGÉRIA, SÉRVIA, VENEZUELA, LUXEMBURGO, TOGO, SURINAME, NEPAL,AFEGANISTÃO,TAIWAN, HONG KONG, MOLDÁVIA, VIETNÃ, BULGÁRIA, BAHREIN, ESLOVÊNIA, PAQUISTÃO, PANAMÁ, SUDÃO, COREIA DO SUL, GUINÉ BISSAU, IRÃ, BELARUS, CASAQUISTÃO, COSTA DO MARFIM, BÓSNIA-HERZEGOVINA, IRAQUE, AUSTRIA, QUÊNIA, EQUADOR, KONGO - KINSHASA, BANGLADESH, LÍBANO, JERSEY e KUWAIT. CONTINUEM PARTICIPANDO, TIRANDO SUAS DÚVIDAS E DANDO SUGESTÕES. MUITO OBRIGADO! ACESSEM TAMBÉM O NOSSO SITE: www.radiacoesnocivas.com.br. Acesse nossos vídeos, digite: JBFILHOFOREVER na pesquisa do YOUTUBE.COM.BR

1 de junho de 2011

Linhas de alta tensão - perigo para a saúde


Estudos científicos alertam para os perigos de viver ao lado de linhas de alta tensão. Maior incidência de leucemia nas crianças, partos prematuros ou uma simples dor de cabeça são os riscos apontados por alguns cientistas.
Estudos recentes, realizados pela Universidade de Oxford, em Inglaterra, concluíram que as crianças que vivam a menos de 100 metros de uma linha de alta tensão manifestam uma taxa de leucemia 2,7 vezes maior do que a generalidade das crianças. Outros trabalhos científicos apontam para um maior risco de tumores cerebrais, como consequência de exposição aos campos electromagnéticos, e alertam para uma possível relação entre a convivência prolongada com estes fenómenos e o risco de malformação de fetos e de partos prematuros.

Casos ganhos em tribunal

Da ciência, os perigos dos cabos de alta tensão passaram para os tribunais portugueses, onde já existe jurisprudência sobre o assunto. O Tribunal da Relação do Porto foi pioneiro nesta matéria, primeiro em 1995, num processo de expropriação, e depois em 2001, num processo comum. Em ambos os casos, o tribunal analisou os estudos científicos apresentados e deliberou que, "dado que os campos eletromagnéticos gerados pelas linhas de alta tensão podem constituir perigo para a saúde de quem fica exposto.


Fonte: diário de Notícias Madeira

Nenhum comentário: