Visitantes

SEJAM BEM VINDOS! AGRADEÇO A TODOS OS LEITORES DOS MAIS DE 98 PAISES, QUE LEEM REGULARMENTE O MEU BLOG, CITO, - WELCOME! THANK YOU TO ALL READERS OF MORE THAN 98 COUNTRIES, WHO REGULARLY READ MY BLOG: BRASIL, PORTUGAL, MOCAMBIQUE, REINO UNIDO, IRLANDA, TIMOR-LESTE, ESTADOS UNIDOS, ITÁLIA, ANGOLA, CINGAPURA, ALEMANHA, UCRÂNIA, JAPÃO, ARGENTINA, AUSTRÁLIA, FRANÇA, CANADÁ,ÍNDIA, BOLIVIA, BÉLGICA, NORUEGA, ISLÂNDIA, ÁUSTRIA, MÉXICO, ESPANHA, COLÔMBIA, AFRICA DO SUL, RÚSSIA, TURQUIA, ARABIA SAUDITA, HOLANDA, SUIÇA, URUGUAI, CABO VERDE, MACAU, SUÉCIA, EGITO, MALÁSIA, PARAGUAI, LETÔNIA, EMIRADOS ÀRABES UNIDOS, SENEGAL, GRÉCIA, ETIÓPIA, GUIANA FRANCESA, HAITI, REPUBLICA TCHECA, DINAMARCA, POLÔNIA, PERU, FINLÂNDIA, FILIPINAS, HONDURAS, SÃO TOMÉ E PRINCIPE, HUNGRIA, ISRAEL, TAILANDIA, ALBÂNIA, MARROCOS, CATAR,ROMÊNIA,CHIPRE,CHINA,INDONÉSIA,CHILE, NAMÍBIA, CROÁCIA, NIGÉRIA, SÉRVIA, VENEZUELA, LUXEMBURGO, TOGO, SURINAME, NEPAL,AFEGANISTÃO,TAIWAN, HONG KONG, MOLDÁVIA, VIETNÃ, BULGÁRIA, BAHREIN, ESLOVÊNIA, PAQUISTÃO, PANAMÁ, SUDÃO, COREIA DO SUL, GUINÉ BISSAU, IRÃ, BELARUS, CASAQUISTÃO, COSTA DO MARFIM, BÓSNIA-HERZEGOVINA, IRAQUE, AUSTRIA, QUÊNIA, EQUADOR, KONGO - KINSHASA, BANGLADESH, LÍBANO, JERSEY e KUWAIT. CONTINUEM PARTICIPANDO, TIRANDO SUAS DÚVIDAS E DANDO SUGESTÕES. MUITO OBRIGADO! ACESSEM TAMBÉM O NOSSO SITE: www.radiacoesnocivas.com.br. Acesse nossos vídeos, digite: JBFILHOFOREVER na pesquisa do YOUTUBE.COM.BR

10 de novembro de 2014

O perigo que vem da terra


Energias vidas do interior da Terra podem alterar nosso estado de ânimo ou mesmo provocar graves doenças. Veja como enfrenta-las.
Há certos lugares, às vezes até de nossa própria casa, em que nos sentimos inexplicavelmente cansados, de mau humor ou com dificuldade para organizar as idéias. O motivo disso pode ser as radiações geopatogênicas, ou telúricas - energias que vêm do interior da Terra e agem negativamente sobre os seres vivos, provocando alterações no organismo.

Mas que radiações são essas e até que ponto elas podem nos prejudicar? Segundo o alemão Pablo Frölich, presidente da Fundação para a Proteção contra as Radiações Terrestres, sediada na Suíça, elas existem no cosmo, a exemplo das ondas magnéticas ou de rádio. Só que, ao contrário destas, for­mam espécies de cortinas, cada qual com 20 a 50 centímetros de largura, que cobrem toda a Terra e se acumulam nos lençóis de água, nas dobras e falhas geológicas situadas no subsolo e em camadas mais profundas, de onde são irradiadas para a superfície do planeta, explica Pablo, que es­teve recentemente no Brasil. Em contato com os seres vivos, essas energias provocam alterações químicas que podem causar nervosismo , simples mudanças no comportamento e até depressões pro­fundas e doenças como o câncer.

Como evitar as radiações

Não existem muitas formas de neutralizar as radiações telúricas. O ideal, depois de detectá-las, é evitar o lugar onde elas se manifestam. Em casa, por exemplo, pode-se mudar a cama ou outro móvel de lugar. Quando isso não for possível, recomenda-se usar dois copos com sal grosso e água até a metade. Esses copos devem ser colocados um sobre o outro, separados por um pires.

A seguir, damos seis métodos diferentes que lhe permitirão saber se as radiações telúricas estão presentes em sua casa, local de trabalho ou de estudos:

1. Observação de animais:
o gato sente-se bem junto às energias telúricas. Por isso, os locais onde ele costuma ficar seguramente têm essas energias. O cachorro, ao contrário, foge delas. Uiva, chora, mostra nervosismo e in­quietação quando exposto às radiações geopatogênicas.

2. Observação de insetos:
pragas e insetos como moscas e formigas são atraídos pela radiação negativa. Evite os locais onde eles aparecem.

3. Observação de plantas:
flores que murcham, plantas que crescem em direções desordena­das ou que apresentam folhas sem brilho, árvores cheias de nódulos incomuns são sinais de exposição à energia telúrica. Procure muda-los de lugar e evite permanecer nesses pontos.

4. Problemas nas paredes:
rachaduras e inexplicáveis manchas de umidade indicam presença de radiações negativas.

5. Reações orgânicas:
se você costuma sentir formigamentos em determinadas regiões do corpo ao permanecer em certos locais, evite-os. Eles contêm energias geopa­togênicas. Outra forma de localizar essas energias é parar em algum ponto da casa e levantar o braço até a altura do ombro, pedindo que alguém tente abaixá-lo enquanto você faz força para mantê-lo levantado. Se houver radiação, seu organismo perde imediatamente 70% da vitalidade e seu braço é abaixado facilmente. Se não houver, você terá forças para resistir à pressão exercida por outra pessoa.
Na mira dos cientistas
Embora sua existência ainda não tenha sido comprovada, as radiações geopatogênicas têm atraí­do a atenção dos cientistas em vá­rias partes do mundo. Pablo Frö­lich, uma das maiores autoridades no assunto; passou a se interessar mais pelo tema a partir de 1986, com a morte de sua esposa, que, segundo ele, foi provocada por es­sas radiações.

Para dar uma idéia da importância que os europeus conferem ao assunto, Frölich aporta o exemplo da Áustria, onde nenhum edifício é construído sem a prévia análise radiestésica do terreno. E cita também um estudo que está sendo feito por cientistas da Universidade de Munique, sob o patrocínio do governo alemão.

No Brasil, essas radiações vêm sendo estudadas há mais de 40 anos pelo advogado e radiestesista José Barbosa Marcondes, fundou o Centro de Estudos e Pesquisas de Radiações Nocivas, com sede em São Paulo. Marcondes chegou a criar um aparelho, composto principalmente de minérios e metais, capaz de re­verter as propriedades das radiações, tornando-as positivas. Para ele, a exposição às radiações rouba parte da vitalidade da pessoa, independentemente do fato de ela estar próxima ao solo ou no último andar de um edifício.
 
Fonte



Nenhum comentário: